Passeio de inverno e na neve em Madrid: Valle del Lozoya

Compartilhar
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

Post por Sandra Brockson, autora do blog Sandra B. em Madrid

No post anterior, contamos como aproveitar bem um dia de frio e neve em Madrid. Em um outro sábado de passeio, aproveitar o Puerto de Navacerrada foi apenas a primeira parada do dia. Como a serra de Madrid tem muito para oferecer, o rumo foi diferente: buscamos as pequenas cidades do Valle do Lozoya.

alameda del valle montanha

Depois de esbaldarmos na neve, seguimos até o Valle de Lozoya. Nossa segunda parada foi no Real Monastério de Santa María de El Paular, fundado em 1390. Ali tem o monastério, a igreja e um palácio convertido em hotel. Chegamos na hora da siesta e igreja estava fechada. A parte interna parece ser ricamente decorada e foi restaurada pela equipe do Museo del Prado. Não ficamos decepcionados, os jardins já valeram a parada.

monasterio el paular

el paular

Em apenas dois quilômetros está Rascafria, cidade que atualmente se dedica ao ecoturismo. É a cidade base para explorar as rotas, trilhas, rios e outras paisagens do Valle de Lozoya e para os que querem escapar dos grandes centros urbanos. Rascafria também conhecida por seus restaurantes de comida regional, especializados em cogumelos, carne de caça e assados de cordeiro. Comida forte para fechar um dia de esporte e atividades no campo, dizem por lá.

rascafria

A nossa surpresa ficou para a loja de chocolates artesanais: Chocolates Naturales San Lázaro (http://www.chocolatenatural.com/). Além dos produtos deliciosos, pudemos conhecer mais da historia e da forma de produção contado pelo apaixonado dono da loja. Ele transparece a emoção e amor pelo que faz, por isso que os chocolates são tão maravilhosos. O com raspas de laranja foi o meu favorito. Eles fazem um tipo de chocolate com cogumelos que deve ser provado por ser mistura mais que original.

Aproveitando a luz do dia, fomos para Alameda del Valle, uma cidade com pouco mais de 200 habitantes que o encanto está nas panorâmicas vistas das montanhas. Bucólica é a palavra que melhor define Alameda del Valle.

alameda del valle panoramica alameda del valle pueblo

Dessa vez, nosso passeio foi em busca das paisagens e da natureza gelada que o inverno pode nos oferecer em Madrid. Vale a pena visitar o Vale do Lozoya em qualquer época do ano. Na primavera está tudo verde, frondoso e florido. No verão pode ser uma refrescante escapada ao calor do concreto urbano. O outono abre espaço para a troca de cores, o que antes era verde ganha mil tons laranja, vermelho e marrons.

Como ir

Puerto de Navacerrada

Trem: Chamartin (Madrid) – Cercedilla (C8b) – Tren de Cotos (c-90 – Puerto de Navacerrada).
Ônibus: Intercambiador de Moncloa (Madrid) – Puerto de Navacerrada. Línea 691 de Autobuses Larrea.
Carro: A-6 – desvio por M-601 Madrid – Segovia.

Monastério El Paular

Consultar horário aqui.
Ônibus: intercambiador de Plaza de Castilla e Rascafria. Info aqui.
Carro: por M604

Chocolates Naturales San Lázaro
Avenida de El Paular, 35 – Rascafría.
Horario: consultar aqui.

Sandra Brocksom é do interior de São Paulo e veio morar em Madrid por amor a um espanhol. Ela acabou se apaixonando também pela cultura, gastronomia e história madrilenha e espanhola. Ela conta suas experiências no blog Sandra B Em Madrid.
Compartilhar
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *