Coisas que sentimos falta quando deixamos Madrid

Compartilhar
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

Mais um vez o BLPM abre espaço para um guest post.  E mais uma vez com uma convidada especial: a Juliana Bezerra, que antes era parte do nosso grupo, e agora vai criar novas raízes em Lisboa. Com vocês, o post da nossa Juliana Bezerra, do blog Rumo a Lisboa:

Editora Rumo a Madrid

Após um ano morando em Alcalá de Henares e cinco anos em Madrid já tinha decidido que a Espanha seria o meu cantinho no mundo. Porém, “roda mundo, roda pião”, deixei essa cidade sensacional e aqui estou em Lisboa. Eu que sentia falta do Brasil, agora tenho que alargar o coração para sentir saudade da capital espanhola também. Nesses seis anos em Madrid incorporei novos hábitos e participei de festas que me deixarão sempre nostálgica, assim como o pão de queijo e o Carnaval.

Abaixo uma listinha de coisas que sentirei falta:

1. Pão com tomate no café da manhã.

Costumo dizer que a gastronomia espanhola é tão rica que existe até café da manhã típico. Originário da Catalunha, mas popularizado em toda geografia espanhola, pão com tomate, azeite e sal, acompanhados de café com leite, foi um das melhores descobertas minha vida, segundo meu estômago.

2. Metrô

Fácil de pegar, com preço razoável, limpo e relativamente acessível para quem tem problemas de mobilidade. Era usuária assídua e fã número um do metrô madrilenho.

metro-madrid
Metro de Madrid

3. Calçadas rebaixadas

Sabe o que é ter uma cidade que é adaptada para quem possui carrinho de bebê, quem é cadeirante ou possui problemas de locomoção? Apesar dos bairros mais antigos terem calçadas estreitas, ainda assim era possível caminhar com relativa comodidade.

4. Parque do Retiro

Quem não deseja morar perto de um lugar que tem natureza, estátuas, salas de exposição, concertos ao ar livre e ainda biblioteca pública? Eu vou agradecer todos os dias o fato de ter sido vizinha deste lugar maravilhoso.

parque-retiro
Parque do Retiro

5. O triângulo das artes: Museu do Prado, Museu Reina Sofia e Museu Thyssen-Bronemisza.

Seria óbvio falar do acervo desses museus e claro que vou sentir muita falta de contemplar “Las Meninas”, de Velázquez; “Guernica”, de Picasso (só para ficar no clichê) e os impressionistas. Além disso, esses museus têm exposições temporais que me fizeram entender mais sobre História da Arte.

 6. Tapapiés, no bairro de Lavapiés

As “tapas” são uma instituição tão arraigada na cultura espanhola que “salir de tapas” é um dos esportes preferidos de muita gente. Há inclusive semanas dedicadas às tapas, quando bares de um determinado bairro oferecem uma tapa exclusiva por um preço legal. De todos esses, o festival mais alto-astral é o de Lavapiés, o Tapapiés, seja pelo clima multicultural do bairro ou simplesmente pela sua charmosa geografia de ladeiras e a música ao vivo que rolava nas ruas.

7. Jamón Serrano

Delícia das delícias que acompanha o café da manhã, lanches e até certos pratos. Um pedaço de pão, tomate, uma fatia de jamón serrano e azeite, um bom vinho para acompanhar e pronto. Só é preciso uma boa companhia para dividir tudo isso!

jamon
O famoso jamón

Porém, não pensem que Madrid é o paraíso na Terra. Há quatro aspectos que jamais sentirei saudade:

– as touradas e qualquer evento que use os touros;

– o atendimento grosseiro em certos restaurantes e comércio;

– o tratamento antipático em alguns hospitais,

– a falta de filas preferenciais para idosos, grávidas e mulheres com criança de colo nos supermercados.

7×4. Ai, ai…

Para quem quiser seguir lendo os textos maravilhosos e culturais da Juliana, ela agora alimenta o Rumo a Lisboa.

Ju, nós te queremos sempre perto, e você está mais do que convidada em seguir participando do BLPM!

O BLPM, Blogueiros de Língua Portuguesa em Madrid é composto por 8 membros e 10 blogs todos eles escritos em português. Falamos das nossas aventuras na cidade de Madrid e também pelo mundo. Vem viajar connosco!
Compartilhar
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *