Cine Doré: a sala de cinema mais antiga (e mais barata) de Madrid

Compartilhar
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

Post por Sandra Brocksom, autora do blog Sandra B. em Madrid

Já contamos por aqui que na Espanha todos os filmes e séries são dublados em espanhol. No mesmo post contamos onde encontrar filmes em versão original e legendas ao castelhano em Madrid.

Nesse post, conto que no centro de Madrid existe um cinema um pouco diferente: o Cine Doré, onde é exibida a programação da Filmoteca Española, instituto dedicado à preservação e divulgação da cinematografia e das artes visuais espanholas.

d94_pplano_cine_dore_foto_paul-raphael_stadelhofer
Foto de Paul Raphael Stadelhofer

No Cine Doré são projetados muitos filmes espanhóis e os “estrangeiros” estão em versão original com legendas (algumas eletrônicas). O diferente é que são filmes antigos, fora do circuito comercial ou festivais de algum tema especifico, como “Centenário de Kirk Douglas” (o pai do Michel Douglas) e Prêmios Goya (premiação anual à produção de cinema nacional, ou Oscar espanhol).

Nada de “Harry Potter e Animais Fantásticos e onde eles habitam”. Mas na sessão “Cine para todos/Tardes de circo” dá para ver o filme “Dumbo” de 1964 e outros infantis antigos. Com certeza, uma matinê em grande estilo!

As salas de projeção do Cine Doré

O Cine Doré tem três salas de projeção. Uma de design mais moderno, igual a muitas que existem por aí.

A outra, que é a sala “Luis Garcia Berlanga”, está no terraço e funciona só de julho a começo de setembro e tem serviço de bar. É uma sala ao ar livre que combina com pipocas, pipas (sementes de girassol, amadas pelos espanhóis), com uma bebida refrescante, com muitas risadas e um pouco de barulho.

Para mim, os cines ao ar livre rompem com a relação direta que costumar ser ir ao cine: a relação entre o espectador no escuro e a tela que brilha. A plateia vira uma torcida e todos participam do filme! Além de ser cinema sob o céu de Madrid em pleno de verão!

E há a sala principal, que é a reconstrução da original de 1923. Anteriormente, tinha capacidade para 1250 espectadores, mas a atual sala não chega a ser para tantos, embora seja mágica e estofada de veludo vermelho. Paco, que é fã de bang-bang, velho oeste e se tiver Clint Eastwood melhor, se sente como parte da ação, mais um personagem na trama quando vamos ao Cine Doré.

Entrar nessa sala é fazer uma viagem no tempo, totalmente em sintonia com a programação de filmes antigos.

cine-dore-isabel-permuy-abc
Foto de Isabel Permuy para El ABC

A antiga organização do espaço tinha também um jardim e uma sala para fumantes. Hoje tem uma cafeteria e uma livraria especializada em cinemas. A cafeteria merece uma visita pela beleza e pelos apreciadores de café. Ali servem um café expresso do jeito que eu gosto: curto e forte.

Essa áurea antiga combina com o glamour que tenta passar desapercebido. É mais que um lugar para ver um filme, é um patrimônio da sétima arte em Madrid.

Cine Doré

Onde?

C/ Santa Isabel, 3
Metro: Antón Martín (linha 01)

Quando?

2as: fechado. 3as a domingo (exceto feriado).
Bilheteria: 16h15 as 22h15.
Primeira sessão as 17h30 no inverno e as 18h no verão. Última projeção: por voltas as 22h.
Cafeteria: de 16h00 a 23h00.

Quanto?

Entrada: 2,50 euros por sessão.
10 entradas por 20 euros.

Sandra Brocksom é do interior de São Paulo e veio morar em Madrid por amor a um espanhol. Ela acabou se apaixonando também pela cultura, gastronomia e história madrilenha e espanhola. Ela conta suas experiências no blog Sandra B Em Madrid.
Compartilhar
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *