Furtaram o meu celular num festival em Madrid e consegui recuperá-lo!

Compartilhar
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

Quando alguém perde ou tem o celular furtado/roubado, a esperança de recuperá-lo é mínima (para não dizer zero). Mas recentemente passei por algo incrível aqui na Espanha e gostaria de compartilhá-lo: furtaram o meu celular num festival em Madrid e consegui recuperá-lo! Que sorte, né? Além de bonitos, os  policiais espanhóis são eficientes!

Furtaram o meu celular - noticia download festival
Notícia publicada no site ww.madridiario.es

Os festivais de verão na Espanha são uma loucura. Milhares e milhares de pessoas reunidas para ver dezenas de shows em vários dias. Eu adoro shows e fui no Download Festival com o meu marido e o irmão dele. O festival aconteceu de 22 a 24 de junho, na Caja Mágica de Madrid. Foram 3 dias de muito rock, heavy e hip hop! Assistimos shows de artistas como: Linkin Park, Prophets of Rage, Five Finger Death Punch, House of Pain e… System Of A Down.

furtaram o meu celular em Madrid - download festival
Curtindo o festival antes da surpresinha desagradável que tivemos

Depois de superar os 40 graus de Madrid, as várias horas de pé e os todos os momentos de empurra-empurra, chegou a hora de um dos shows mais esperado por nós (e por quase todos os assistentes): o System Of A Down. Era um dos últimos shows do último dia do festival. Logo que começou o show, foi um empurra-empurra geral. Logo um garoto que estava na nossa frente solta: “furtaram o meu celular”. Em seguida meu marido colocou a mão no bolso e soltou: “o meu também”.

Deu um bajón na hora (uma bad). Mal deu para curtir o tão esperado show. Foi muito chato. Logo que acabou o show decidimos ir embora e eu resolvi ficar ligando para o celular e na terceira tentativa alguém atendeu dizendo que era da polícia, que o celular havia sido recuperado e que deveríamos ir à delegacia de Usera para recuperá-lo.

Sou sempre muito otimista, mas, apesar de estar ligando para o número, não imaginava que isso poderia acontecer. Logo fiquei em dúvida e fui até um carro da polícia para saber era verdade. O policial me confirmou a informação e nos recomendou ir no outro dia buscar o aparelho na delegacia.

No dia seguinte, logo que acordamos fomos para a delegacia. Quando chegamos, identificamos o telefone e o policial fez o nosso “registro” e disse para esperar. Ele alertou que poderia demorar umas 3 horas e perguntou se não queríamos voltar na segunda…. Achamos muito, mas na segunda era dia de trabalhar e resolvemos esperar. No total, tivemos que esperar 7h30! Mas nem dava para reclamar, sair de lá com o celular foi incrível. Como era um modelo novo e bem caro, foi um alívio não ter esse prejuízo.

Na segunda-feira, vi a notícia na internet de que a Polícia Nacional da Espanha tinha detido 2 romenos com um total de 62 celulares. De acordo com a notícia, a polícia suspeitou do ladrão  de domingo (o outro foi pego no sábado) e revistou sua  mochila. Ele tentou fugir, mas acabou sendo preso.

Furtos em Madrid acontecem, mas não tem como comparar com a quantidade de furtos e roubos (com violência) que acontecem no Brasil. Aqui andamos tranquilamente pelas ruas com os nossos celulares na mão. Esse sentimento de segurança é muito bom. Certamente, nem sempre os celulares furtados são recuperados, mas ficamos impressionados e felizes com a ação da polícia. Quem nunca teve telefone roubado ou conhece alguém que passou por isso no Brasil? Mas não conheço ninguém que tenha conseguido recuperar o aparelho… É uma triste realidade.

Depois de passar por isso, recomendo nunca levar o celular no bolso num festival. O melhor é levá-lo na bolsa ou mochila e tê-la agarrada ao peito. 😉

Manaira Araújo é uma jornalista apaixonada por marketing e turismo. No seu blog compartilha suas experiências pessoais e profissionais em Madrid e no Brasil.
Compartilhar
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *