De volta ao analógico: vinil

Delicadamente colocar a agulha no prato e ouvir aquele estalo característico antes da música: está aberta a sessão nostalgia. Quem curte ouvir um som em um toca-discos?

É cada vez mais fácil achar vinil novo ou usado para comprar. Selecionei três lugares em Madrid. 

Em maio de 2015 uns amigos músicos vieram à Europa em turnê. Eles também aproveitaram para gravar em vinil, uma edição especial cheia de carinho. Lógico que eu fiquei com uma cópia e isso despertou o desejo por voltar ao analógico. Compramos um toca-disco e desde então a coleção de vinil aqui em casa só aumenta.

Uma das partes mais divertidas dessa volta ao analógico da música é garimpar os discos pela cidade. Em Madrid há vários lugares para comprar “bolachões”, selecionei três que eu gosto.

 
Não é novidade para ninguém que eu e Paco adoramos ir ao Rastro aos domingos. Com muito entusiasmo, ir à caça de vinil é o que o Paco mais tem feito. O grande barato de ir em busca de vinil no Rastro é comprar diretamente de pessoas. Normalmente são senhores de uma certa idade que estão vendendo ou trocando sua coleção de discos.  Paco conversa com os senhores, pergunta onde comprou qual disco, barganha e se diverte. E eu aprendo um pouco mais sobre música popular espanhola (que, confesso, nem sempre é do meu agrado).

Rafael e Julio Iglesias: os reis da música popular espanhola.

A parte das banquinhas de vinil está na “Plaza del Campillo del Mundo Nuevo”, próxima à rua “ronda de Toledo”, entre os metrôs Puerta de Toledo e Embajadores. Ali também é onde estão os que trocam e colecionam figurinhas aqui conhecidas como cromos.

La Metralleta: Na Plaza San Martín, bem próximo do Convento das Reales Descalzas, está a loja “Metralleta”, uma loja de compra e venda de discos de vinil que recebe material quase todos os dias. Uma ótima desculpa para entrar e se perder entre os discos. A loja fica descendo as escadas para o estacionamento subterrâneo da praça, mas com as placas em amarelo é fácil de achar.

La Gramola: Parece uma banca de jornal com vários dos discos expostos na rua. Todas as vezes que passo por lá paro para admirar a seleção de música do lado de fora. E quem não gosta dos Beatles??

The Beatles

Na minha pesquisa achei essa loja: Escridiscos, que está na Calle de las Navas de Tolosa, 4, também bem no centro de Madrid. Com certeza irei vasculhar o espaço em busca de um tesouro musical. Quando foi a última vez que você colocou um disco para rodar?

Informações

Rastro, mercado ao ar livre
Onde: Plaza del campillo del Mundo Nuevo.
Metro: Puerta de Toledo (Linha 05), Embajadores (Linha 03 e cercanias).
Quando: domingos e feriados

Metralleta Discos
Onde: Plaza San Martín, 1-B (Galeria Comercial Parking Descalzas)
Metro: Callao (Linha 03 e 05)
Quando: 2af a sábados das 10h00 às 14h300 e de 16h30 a 21h.

La Gramola
Onde: Calle del Postigo de San Martín, 4, 28013 Madrid
Metro: Callao (Linha 03 e 05)
Quando: 2af a sábado das 11h às 21h

Sandra Brocksom é do interior de São Paulo e veio morar em Madrid por amor a um espanhol. Ela acabou se apaixonando também pela cultura, gastronomia e história madrilenha e espanhola. Ela conta suas experiências no blog Sandra B Em Madrid.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *