13 Pueblos de Madrid pouco conhecidos

Apesar de ser uma das comunidades espanholas mais pequenas, a Comunidade de Madrid tem muitos pueblos com encanto pouco conhecidos.

É verdade, existem locais a conhecer para além de Aranjuez, Alcalá de Henares, El Escorial ou qualquer um dos locais que sempre aconselham os guias turísticos!

Hoje falamos de vários pueblos mais pequenos e bastante menos conhecidos situados perto de Madrid e que podem ser uma boa opção para passar um dia fora da cidade!

Pueblos de Madrid pouco conhecidos

Patones de Arriba

(fonte: Wikimedia Commons)

Conhecida pelas suas casas tradicionais feitas em xisto, a aldeia mimetiza-se com a paisagem montanhosa que a rodeia.

Podemos comparar Patones de Arriba com o Piódão, visto terem arquiteturas bastante parecidas.

Recomendação: Visitar o Ecomuseu do xisto e a antiga ermita. Fazer o trilho que une Patones de Arriba e de Abajo.

Buitrago del Lozoya

(fonte: Wikimedia Commons)

Tem umas vistas espetaculares e ruas tão interessante que nos faz pensar imediatamente nas cidades medievais. As ruas estreitas e o castelo ajudam! O facto de o recinto amuralhado estar em perfeito estado, também!

Recomendamos: Desfruta do castelo e das muralhas, do Museu Picasso e da feira medieval que se celebra todos os anos.

Rascafría

(fonte: Wikimedia Commons)

Paragem natural inconfundível da serra madrilena, rodeada de riachos e em pleno vale do rio Lozoya. As suas piscinas são muito frequentadas durante o verão.

Recomendamos: o Monastério de El Paular, a Ponte da rainha, o Parque Natural de Peñalara e o trilho até a Cascata do Purgatório.

La Hiruela

(fonte: Wikimedia Commons)

Pequena e encantadora, não chega a 100 habitantes. O seu antigo moinho, as suas colmeias e a indústria do carvão fazem com que conserve ares de outros tempos.

Recomendamos: dois passeios: o ‘De Molino a Molino’ e o ‘Los Ofícios de la Vida’, onde poderás conhecer os pontos de interesse etnográfico da zona.

Nuevo Baztán

(fonte: Wikimedia Commons)

A localidade foi considerada Monumento Histórico-Artístico. O que mais chama à atenção deste pueblo é o seu palácio e as suas praças, que podemos encontrar um pouco por todo o lado na cidade.

Recomendamos: para além do palácio e da igreja de São Francisco, recomendamos também as caves de vinho, onde poderás descobrir mais sobre a história do município.

Montejo de la Sierra

(fonte: Wikimedia Commons)

O plano mais tranquilo de todos estes! O pueblo não é muito conhecido, e quem passa por aqui está mais interessado no famoso Hayedo de Montejo, principalmente durante o outono.

Recomendamos: depois de uma manhã bem passada no meio da natureza, visita o pueblo e principalmente locais como o forno suspenso e a igreja de São Pedro em Cátedra.

Torrelaguna

(fonte: Pixabay)

O seu conjunto urbano foi declarado Monumento Histórico Artístico Nacional. A igreja de Santa Maria Madalena e a plaza mayor são dois dos exemplos de monumentos que devem ser visitadas.

Recomendamos: a área recreativa de Valgallego – Villa de Torrelaguna é o cenário perfeito para um picnic de domingo com a família e amigos

Puebla de la Sierra

(fonte: escapadarural.com)

Conhecido antigamente como Puebla de la Mujer Muerta, este pequeno município escondido no Vale de La Puebla é a paz e a tranquilidade materializadas. A sua beleza salta à vista: bosques frondosos e rios cristalinos, que fizeram com que a zona fosse declarada Reserva da Biosfera pela UNESCO.

Recomendamos: Um passeio pelo trilho que leva até a cadeira gigante e outro pelas estátuas expostas no Pueblo.

Cercedilla

(fonte: Wikimedia Commons)

No verão enche até cima de madrilenos, que escolhem o fresquinho da serra para passar as férias. As suas piscinas são muito apreciadas por toda a gente, assim como a sua fauna e flora.

Recomendamos: O Museu do Ski, a Fábrica de Luz e o parque recreativo Las Berceas.

Garganta de los Montes

(fonte: Wikimedia Commons)

Cheio de casas tradicionais e construções relacionadas com a agricultura, esta pequena aldeia da serra deixar-te-a maravilhado com as trilhas de El Cuadrón, Riosequillo ou o monte Mondalindo.

Recomendamos: Visitar as igrejas de São Pedro Apóstolo e a de Nossa Senhora do Pilar. Se queres ter vistas espetaculares sobre o vale do Lozoya, vai até ao ‘El Mirador’.

Talamanca de Jarama

(fonte: Wikimedia Commons)

Atravessada pelo rio Jarama, esta vila conta com muitos restos românicos e zonas arqueológicas. Destacam-se também a igreja de São João Batista e a ponte romana.

Recomendamos: O território municipal é Zona Especial de Proteção para as Aves. Passeia pelas suas ruas, descobre as muralhas a Cartuxa e a cave de vinhos Arrabal.

San Martín de Valdeiglesias

(fonte: Wikimedia Commons)

San Martín é terra de vinhos e poderás degustar alguns deles na adega Las Moradas. Não deixes de conhecer o castelo da Coracera assim como as suas igrejas e a eremita.

Recomendamos: O Bosque Encantado, com originais esculturas naturais, uma visita maravilhosa para toda a família.

Villarejo de Salvanés

(fonte: Tinypic.com)

Existiu em tempos um castelo aqui, mas hoje em dia só a torre de menagem se conserva. Restaurada e “visitável”, as vistas desde o alto da torre são impressionantes.

Recomendamos: Descobre o que tem este município a ver com a Batalha de Lepanto (onde Miguel de Cervantes perdeu a mão), visita o Santuário de Nossa Senhora da Vitória, a Casa da Tercia e o parque arqueológico de Santa Maria.

Susana nasceu em Braga e vive neste momento em Madrid. Teve a sorte de viajar muito com seus pais durante a juventude e, depois de adulta, essa paixão não desapareceu. Conta as suas aventuras na capital espanhola e no mundo no Desbravando Madrid e também no Falar de Viagens.

5 comentários sobre “13 Pueblos de Madrid pouco conhecidos

      1. É verdade Susana, normalmente os turistas sempre querem conhecer os mesmos lugares, devido à falta de tempo…
        Alguns dos pueblos mencionados na matéria não tive o privilégio de conhecer, mas já estão em minha lista.
        Vale a pena também conhecer Colmenar de Oreja, Navalcarnero e Chinchón, todos eles surpreendentes…

        Um abraço,

        Roberto

  1. Nossa, eu jamais tinha pensado em ir a Talamanca de Jarama… pra ser sincera nunca tinha ouvido falar. Muito bom, Susana. Essa e as outras cidadezinhas são próximas a ponto de chegar com a van tranquilamente e passar o dia. Gostei muito! Valeu as dicas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *