Duas estátuas femininas de Madrid

Post por Cristina Pacino , autora do blog Aqui se fala Português

De metal ou de pedra, no chão, nas praças, seja como for, Madrid tem muitas estátuas. Começando pelo símbolo da cidade, o urso e o madroño na Puerta del Sol.

Várias das estátuas são equestres, com conquistadores, generais e altos mandos do exército nas praças e avenidas, há também de reis godos e monarcas da Reconquista na Plaza de Oriente, de Cervantes e seus personagens, de escritores na Biblioteca Nacional, de pintores e escultores no Paseo del Prado, estátuas urbanas que representam cidadãos madrilenhos, tem também de romanos, de anjos e santos…

Este é um capítulo de uma série sobre as curiosidades das estátuas da capital. A Susana Paquete já falou sobre as esculturas humanas. Hoje rendemos homenagem a 2 estátuas femininas: Cibeles e Clara Campoamor.

Fonte: Wikimedia Commons

Continuar lendo

Cris Pacino ensina português e no seu blog usa tecnologia para difundir conhecimento, encurtar distâncias e conectar ideias. Adora pedalar, ir pra praia e bater papo.

O Urso e o Madroño

Um dos monumentos mais fotografados de Madrid se encontra em pleno centro da cidade, na transitada Puerta del Sol. Trata-se de uma simpática estátua, que simboliza o escudo de armas oficial da capital espanhola. Consta de um Urso que apoia as suas garras num arbusto, chamado de Madroño. A estátua foi realizada em 1967 pelo escultor Antonio Navarro Santafé, mas a existência do escudo é muito mais antiga, pois está documentado desde a Idade Média.

o urso e o madroño 1

Continuar lendo

Roberto Antunes de Paiva é um paulistano que vive há vários anos na Espanha. No blog Um brasileiro na Espanha, ele divulga o rico patrimônio histórico e cultural espanhol. Roberto fez parte do BLPM durante vários meses e foi um dos percursores do blog.