Palavras e expressões típicas dos espanhóis

Não precisa ficar muito tempo em Madrid para começar as escutar algumas palavras e expressões espanholas, principalmente dos jovens, sendo que algumas delas você só vai encontrar na capital espanhola. Essas gírias usadas na Espanha são bem características e para muitas fica difícil até encontrar uma tradução exata.

expressoes_espanholas

Seja no bar, na escola ou no trabalho, ao escutar pela primeira vez essas palavras e expressões típicas dos espanhóis, fica difícil entender o significado na hora. Logo que cheguei aqui, muitas vezes eu ficava em dúvida se o sentido era positivo ou negativo, ou em que situações era possível soltar esses termos. Mas depois de escutar umas 4 ou 5 vezes,  já dá saber como e para quê eles usam e dá até para incorporar no nosso vocabulário.

Algumas gírias e expressões espanholas são tão fortes que até mesmo as grandes marcas usam em suas campanhas.

publicidade_espessões_espanholas

Para facilitar a vida dos recém-chegados ou de quem virá em breve para Madrid ou outras partes de da Espanha, preparei essa lista com algumas gírias para entender o “dialeto” do pessoal daqui:

Cero coma: jeitinho deles dizerem  que não vão demorar nada, é o nosso “bate e volta”. Ex. “voy en cero coma”.

Chulo: algo legal, principalmente para descrever roupas, lugares ou um penteado novo.

Chupa: esta é umas das formas de falar jaqueta, antes eles usavam para as feitas de couro, a “chupa de cuero”, mas hoje vale para todas.

Cojonudo: você vai escutar isso para definir algo realemente muito legal.

Coñazo: alguém ou algo muito chato. Espero que não lhe chamem assim!

Curro: usado como sinônimo de  trabalho, é normal escutar as conjugações do verbo “currar”.

Descojonar: para a gente seria o mesmo que morrer de rir, quando uma situação é muito engraçada.

Flipar: pode ser entendido como ficar impressionado, admirado ou ou surpreso.

Frito: usa-se quando alguém dormiu, como quando como alguém dorme no cinema ou no sofá. Ex. “me quedé frita en el sofá”.

Garito: um bar mais legal para ir de dia ou mesmo durante noite.

Gilipollas: usado para falar que alguém é tonto, bobo ou idiota.

Guay: significa legal e é usada para pessoas, roupas e situações.

Guiri: é como eles chamam os gringos.

Guita: nada de diminutivo de guitarra, por aqui essa palavra significa dinheiro.

Hasta luego: para se despedir difícilmente os madrileños dizem “adiós”, sempre usam “hasta luego”.

Hostia: algo como pancada ou porrada. Ex: “he dado una hostia contra la pared”.

Ir de marcha: significa “ir de bar em bar” para tomar umas “cañas” e comer umas “tapas”.

Joder: pode ser entendido como  “que merda” ou quando dizem “que se joda” é o mesmo que “foda-se”.

Jolín: forma mais delicada de falar “joder”.

Juernes: pessoal daqui adora sair na quinta-feira (jueves) e juntar com a sexta (viernes), daí criaram esse dia duplo, o “juernes”.

blog-expressiones

Mazo: usado para expressar quantidade, quando é muita, muita mesmo.

Mogollón: mesmo significado de mazo: muito!

Mola: quando algo é muito legal, eles dizem que “mola”.

Movida: pode ser usado para festa, problema, preocupação ou dúvida.

Partirse el culo: mesmo que “descojonar”, rir muito.

Passarlo pipa:  significa  desfrutar, usa-se para festas, viagens ou encontros.

Pillar: este verbo tem várias traduções em espanhol (pegar, surpreender, roubar), como gíria usam para entender, como em “¿has pillado?” para “entendeu?”. Normalmente eles falam sem o “d”, tipo “¿has pillao?”.

Pirar: tem o significado de ir embora, usam muito a expressão “me piro”.

Planazo: quando se tem um bom plano para aproveitar o dia ou noite.

Queli: sinônimo de casa, como en “me voy a  mi queli”.

Quemao: usado quando uma pessoa está estressada ou mesmo cansada de algo, principalmente do trabalho.

Tía/o: aqui não precisa ter sobrinho para ser “tía” ou “tío”, eles se referem a qualquer pessoas dessa maneira.

Tronco: ao comprimentar um amigo, principalmente homens, costumam dizer “¿Qué pasa, tronco?”.

Outra curiosidade sobre o modo de falar do pessoal daqui é que eles resumem as palavras: como em “porfa” (por favor), “finde” (fin de semana), “cole” (colégio), “vacas” (vacaciones), e por ai vai…

E ai, já escutou alguma dessas palavras e expressões espanholas? Tem alguma que você já adotou? Conta pra gente!

De Belo Horizonte, Manaira Araújo é uma jornalista apaixonada por marketing e turismo. No seu blog, compartilha suas experiências pessoais e profissionais em Madrid e no Brasil.

7 comentários sobre “Palavras e expressões típicas dos espanhóis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *