Viagens de um fim de semana saindo de Madrid

Toledo, Segóvia, Ávila e outras cidades turísticas próximas a Madrid são ótimas para fazer um bate-volta, mas a capital espanhola, por sua localização estratégica bem no centro do país, oferece a possibilidade de conhecer regiões bonitas e bem diferentes em viagens rápidas, conhecidas por aqui como escapadas. Nesse post, selecionei três viagens de um fim de semana saindo de Madrid que são bem bacanas e que podem ser feitas por perfis diferentes de viajantes. Vamos lá!

Salamanca

O primeiro destino da minha lista é a belíssima cidade de Salamanca. Você pode até fazer um bate-volta, já que a viagem de carro dura cerca de 2 horas e meia, mas a cidade é tão fofa e tem uma vida noturna tão animada que eu recomendaria passar uma noite.

A cidade possui diversos monumentos e construções históricas, e sua vida social gira em torno da universidade, considerada uma das melhores e mais tradicionais da Espanha, que atrai estudantes do mundo inteiro. Por isso, Salamanca é uma ótima pedida para ir com um grupo de amigos, especialmente se vocês forem jovens.

Além dos passeios mais tradicionais, como a Plaza Mayor, as Catedrais, a Ponte Romana e a fachada da universidade, se jogue nas deliciosas tapas locais! Não deixe de provar a palomita, uma tapa local bem calórica em que uma corteza (pururuca) é recheada com salada de maionese.

Hoyos de Espino + Arenas de San Pedro (Ávila)

A cidade de Ávila, a cerca de uma hora e meia de Madrid, é uma das cidades mais populares para fazer um bate-volta, mas se você tiver mais tempo, a província homônima da qual é capital conta com outras cidades que valem a pena ser visitadas.

Uma delas é Hoyos del Espino, a duas horas de carro da capital, uma pequena cidade de serra com piscinas naturais muito procurada pelas famílias durante o verão, e é por isso que recomendo como uma escapada familiar, já que as crianças vão adorar as águas frescas.

Na ida (ou na volta), não deixe de fazer uma parada na Gruta da Águia (Gruta del Águila), uma caverna impressionante de três milhões de anos que foi descoberta nos anos 60. A visita custa 8€ (menores de cinco anos não pagam) e é feita na companhia de um guia, que vai contando alguns detalhes da história da caverna e de sua formação. Recomendo muito, seja para adultos ou crianças.

Pueblos negros de Guadalajara

Quando o namorado sugeriu de fazermos uma viagem aos povoados negros, não criei grandes expectativas, mas foi um final de semana incrível! Esses pequenos vilarejos do norte de província de Guadalajara, a cerca de 1 hora e meia de Madrid, têm pouquíssimos habitantes. Fomos em fevereiro e fazia muito frio, o que foi ótimo porque a neve contrastava com o preto das casas, construídas com ardósia e madeira, que dão essa cor e nome aos povoados.

Pequenas igrejas, antigas construções e uma gastronomia deliciosa fazem desse destino o ideal para uma escapada a dois. No outono, imagino que as paisagens sejam ainda mais bonitas (e o frio não seja tão incômodo), mas confesso que curti muito conhecer essas cidades no inverno. Não espere ver nada espetacular, mas são cidadezinhas com encanto!

Nós estivemos, entre outros lugares, em Umbralejo, Atienza, Majaelrayo, Tamajón e Arroyo de las Fraguas (onde nos hospedamos), mas minha dica é pegar o carro e ir parando pelos povoados.

Para fazer todas essas viagens (com exceção de Salamanca), é fundamental alugar um carro.

E você, recomenda alguma viagem de um final de semana pertinho de Madrid?

Larissa Andrade é jornalista, paulista e apaixonada por Madrid, onde mora desde 2011. No blog “Esto es Madrid, Madrid” conta suas experiências e dá dicas sobre a cidade, enquanto no”Be My Beer” fala sobre o mundo da cerveja artesanal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *