Como funciona a bicicleta pública de Madrid?

Há anos eu via mensalmente centenas de pessoas fazendo manifestações para pedir a implementação de ciclovias em Madrid. Eram as chamadas “bicicríticas”, ocasiões em que os ciclistas fechavam ruas e faziam um passeio para chamar a atenção das autoridades em prol desse meio de locomoção mais limpo, rápido e saudável. Uma vez ao ano ainda acontecia a manifestação “ciclonudista”, sempre no verão, época que os ciclistas nus e unidos faziam uma reivindicação ainda mais apelativa. E não é que funcionou?

BiciMad bicicletas publicas Madrid 4

 Em 2014 a cidade ganhou uma frota de 2 mil bicicletas distribuídas em 165 estações.  São mais de 50 mil pessoas utilizando o serviço de bicicleta pública de Madrid atualmente, que também engloba os turistas que estão de visita à cidade.

Inicialmente os novos ciclistas encontravam dificuldade em dividir as ruas com os carros, que sempre insistiam em ter a rua só pra eles. Pouco a pouco eles foram se acostumando com a nova situação e pode-se dizer que hoje, um ano depois, já não é tão perigoso nem dá tanto medo andar de bicicleta em Madrid como antes.

BiciMad, bicicletas publicas Madrid

 A vantagem de usar a bicicleta pública de Madrid é que ela é elétrica, o que quer dizer que com uma pequena pedalada o motor é acionado e a magrela praticamente anda sozinha. Isso é bom pra quem não quer chegar suando ao trabalho e pra quem perde o fôlego nas subidas. Há 3 níveis de “ajuda” do motor elétrico: pouca, média ou muita ajuda. Você escolhe nos botões ao lado esquerdo do guidão, e também pode escolher entre 3 marchas do lado direito. Algumas possuem luz para a noite e todas permitem ajustar a altura do selim.

BiciMad bicicletas publicas Madrid 3

 O sistema, porém, não funciona 100% bem e você pode ter dificuldade em retirar alguma bicicleta pública de Madrid, mesmo que a luz esteja verde, indicando que está livre e carregada, pronta para ser usada (só que não). Aliás esse é o problema mais comum. Seja persistente e vá de bici em bici até conseguir destravar uma, utilizando sua carteirinha. Se você observar alguma outra anomalia, pode devolvê-la em seguida e nada será cobrado da sua conta. Há um telefone grátis que você pode ligar se tiver qualquer problema: 900 50 54 63.

 Como fazer a carteirinha?

Você deve fazer a sua carteirinha através do site do serviço de bicicleta pública de Madrid: www.bicimad.com. Se você tiver o cartão de abono transporte, a inscrição ao serviço custará 15 euros ao ano e, se não tiver, custará 25 euros.

BiciMad 1

O passo seguinte é ir até um totem e retirar a sua carteirinha para poder carregá-la com um importe mínimo de 10 euros. Quem mora em Madrid paga 50 centavos de euro por cada meia hora de utilização, e quem é turista pode optar pela utilização durante 1, 3 ou 5 dias e pagará 2 euros na primeira hora. Nesse último caso é feito um bloqueio no cartão da pessoa por um valor de 150 euros que será devolvido depois que ela deixe de utilizar o serviço, com a respectiva cobrança pelos dias e períodos utilizados.

Por que vale a pena?

Um trajeto de meia hora a pé entre a minha casa e o meu local de trabalho se transformou em 10 minutos ladeira abaixo com o vento no rosto. Eu já não chego mais atrasada e ainda faço algo de exercício, ainda que seja muito menos do que fazia ao ir caminhando. Não dependo dos horários do transporte público, já que as bicicletas funcionam 24 horas (e em Madrid não é um problema voltar pra casa de madrugada sozinha). Não preciso me preocupar em prender a bicicleta em um cadeado nem se ela será roubada, já que ela é estacionada na estação do próprio serviço do BiciMad. Não me preocupo com a sua manutenção nem se o pneu está cheio.

BiciMad bicicletas publicas Madrid 5

Para os turistas é uma forma de chegar mais rapidamente aos lugares que ele quer conhecer em Madrid e, dessa forma, ver mais coisas em menos tempo. Você se cansa menos, sua menos e se diverte mais.

BiciMad bicicletas publicas Madrid 2

Há estações espalhadas por todo o centro e o aplicativo para celular indica quantas bicicletas estão disponíveis em cada base e quantas bases livres há em cada estação, para você poder estacionar a sua bicicleta. O mapa ainda indica o melhor caminho a seguir, mas muitas vezes ele passa por ruas de pedestres e ruas no sentido contrário, por isso não confie 100% nele.

Mais informações no site www.bicimad.com

Suzana Paquete é jornalista e blogueira de viagens. Ela aprende o que o mundo ensina e conta tudo no blog That Good Trip, incluindo suas experiências no apaixonante Caminho de Santiago, suas aventuras por Madrid e outras viagens incríveis.

Um comentário sobre “Como funciona a bicicleta pública de Madrid?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *