Como cuidar dos cabelos no verão europeu?

como cuidar dos cabelos verao europa

Guest post da Maria Alves, cabeleireira e esteticista em Madrid

O verão chegou e, com ele, acontecem muitas mudanças na nossa pele e cabelos. É mais do que nunca tempo de prevenir e cuidar da nossa saúde e beleza, já que nos expomos mais, saímos de casa com o cabelo livre e roupas leves que facilitam que o corpo auto-regule a sua temperatura. É importante aprender como cuidar dos cabelos no verão europeu para mantê-los sempre hidratados e com uma aparência saudável.

Nessa época também há mais horas de luz, o que afeta o nosso ciclo circadiano e as horas de sono. Devido às alterações climáticas típicas da estação – vento, calor, pólen – podem ocorrer alergias e alterações na pele e no cabelo. Como é tempo de renovação na natureza, nosso corpo também receberá mais incidência de luz, o que estimula a renovação da pele e do couro cabeludo que ficaram super protegidos durante os meses de inverno rigoroso europeu.

Continuar lendo

Aspectos práticos da Ley 14/2013 – Profissionais Altamente Qualificados

Quando fui chamada para trabalhar em Madrid o primeiro passo foi fazer a solicitação de um visto de trabalho, que foi negado com a mesma velocidade com a qual foi solicitado…. O motivo? A Espanha tinha 25% de taxa desemprego, ou como dizem aqui, de paro. Isso em julho de 2013.

Ia ser bem difícil conseguir que me aceitassem como profissional no país, porém tudo mudou no dia 27 de Setembro, quando entrou em vigor a Ley 14/2013, do Profissionais Altamente Qualificados.

Neste post eu comento como está a situação desta lei e dos profissionais estrangeiros que podem ser contratados por ela.

Continuar lendo

Museus e centros culturais em Madrid

Se você curte turismo de arte, Madrid é um destino impecável. Dá para emendar um espaço cultural no outro durante uma semana e ainda faltar um monte de lugar bacana para visitar. A capital reúne algumas das coleções mais importantes do mundo. A maioria está concentrada ao longo do Paseo del Arte (por ali você encontra Las meninas, de Velázquez, e Guernica, de Picasso), mas há ótimos museus espalhados em outros cantos da cidade.

Madrid também tem centros culturais bem interessantes, como o Matadero e a Casa Encendida – fiquem ligados na programação de verão, sempre imperdível, dos dois locais. Para quem gosta de arte urbana, a boa é explorar a Tabacalera, em Lavapiés, bairro mais multicultural de Madrid. E o melhor: muitos destes centros têm entrada gratuita ou preços bem acessíveis.
Continuar lendo

Escolas de idiomas em Madrid

Se você mora na Espanha e pensa em fazer um curso de idiomas, seja ele espanhol, inglês, francês ou até mesmo catalão, euskera e galego, neste post conto minha experiência como aluna de francês da Escola Oficial de Idiomas (EOI), que na cidade de Madrid tem 12 unidades.

Quais as principais vantagens dessas escolas? Professores qualificados, preços baixos (comparados aos de outras escolas), ampla oferta de idiomas e de horários e o fato de ter um diploma oficial, aceito em todo o país e reconhecido por empresas e universidades.

Continuar lendo

Vida noturna em Madrid

Bares de rock com música ao vivo em Madrid - Moe club 2

A vida noturna em Madrid é intensa! É uma cidade que pode ser bem aproveitada de dia, de tarde, de noite e também madrugada adentro! E pode ser que você veja mais pessoas na rua às 2 da manhã do que às 5 da tarde. Essa, sim, é uma cidade que nunca dorme!

Pensando nisso e nas pessoas que gostam de curtir a excelente vida noturna que Madrid oferece, resolvemos reunir tudo o que já falamos aqui no blog sobre esse tema. Um resumão mesmo, pra você não ficar buscando onde é que estavam aqueles bares de jazz incríveis, ou as baladinhas no centro da cidade, lugares com show de rock ao vivo, discotecas e até karaokês.

Continuar lendo

As fachadas de azulejo de Madrid

Guest post da Kellen Pohlmann, publicitária e mestranda em Marketing Digital em Madrid.

O azulejo pintado é um dos símbolos da arte espanhola,  pertence ao legado árabe deixado no país e de uma forma orgânica se integrou a sua arquitetura.

Se você caminhar pelo centro histórico de Madrid, encontrará vários prédios com as paredes revestidas de azulejos ou cerâmicas pintadas. O azulejo artesanal, pintado a mão, começou a aparecer na cidade em meados de 1920, quando as tabernas, os tablados, os cafés e os comércios anunciavam seus produtos e surpreendiam quem passavam por sua fachada.

Continuar lendo