Life with Seasons – e o que isso significa na prática

Compartilhar
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

Hoje nossa seção de Guest Post abre as portas para a sensibilidade da Nina Souza, autora do blog Nina List. A Nina é brasileira, mas vive atualmente na Holanda, e nos dedicou um texto muito especial, apresentando o que é viver com as estações bem definidas.

life-nina-profile

Para um europeu pode não fazer sentido, mas para um brasileiro que vive as quatro estações num mesmo dia (São Paulo <3), é uma mudança de vida e de sensações.

Verão

Quando mudei pra Holanda há um ano e meio, muitas coisas me surpreenderam, principalmente a própria cultura holandesa – absolutamente igualitária, algo praticamente inimaginável para quem viveu a vida toda no Brasil.

Era verão, as árvores estavam verdes, o sol brilhava, as ruas estavam sempre cheias e assim como meu guarda-roupa, aquilo tudo parecia perfeitamente adequado para minha nova vida. Estava radiante, assim como o próprio Sol que raiava até as 10h00 da noite.

Verde invadindo os cantos da casa
Verde invadindo os cantos da casa

Outono

Tempo vai e tempo vem, notei o frio chegando cada dia mais forte e as árvores de repente se tornaram amarelas. Porque eu nunca tinha visto nada igual, não conseguia parar de tirar fotos do amarelo das árvores. Criei então a minha hashtag #lifewithseasons para registrar as mudanças que presenciava ao abrir a janela. De repente as ruas não estavam mais tão cheias e eu comecei a comprar casacos de frio que pareciam não ter o menor efeito.

Yellow love
Yellow love

Inverno

Antes de mudar pra Europa quem já tinha vivido lá me alertava: ‘o inverno é difícil‘. E eu retrucava sempre: ‘Imagina, estou tão feliz… estou realizando o maior sonho da minha vida, não vai ser assim comigo!’. Ahhhhh menina! Você que nunca viveu as estações e o poder delas num país tropical não poderia mesmo saber.

Tocando Sol na "laje"... oh, wait
Tocando Sol na “laje”… oh, wait

As ruas, assim como as árvores ‘peladas’, estavam vazias. Nenhuma roupa que não deixasse você se sentindo um bonecão inflável era minimamente apta para sair de casa. Me sentia diferente: mais introspectiva, mais mal humorada, mais saudosista. Triste, assim como a noite que tomava conta do céu as 16h e pouco.

Primavera

Foi só quando as flores voltaram, o céu começou a ficar azul de novo e as pessoas voltaram a se alegrar comentando sobre os dias bonitos que eu voltei também a me sentir eu mesma.

life-primavera

A conclusão?!

Nunca imaginei que uma vida com estações marcadas teria tanto efeito assim nos meus sentimentos (mesmo que todo mundo falasse!). Tudo parece mais intenso agora. Meus dias no segundo verão foram aproveitados como nunca, e me vejo hoje mais forte e consciente pra encarar o inverno que vem por aí.

life-with-seasons

E que venham, muitos verões europeus!

O BLPM, Blogueiros de Língua Portuguesa em Madrid é composto por 8 membros e 10 blogs todos eles escritos em português. Falamos das nossas aventuras na cidade de Madrid e também pelo mundo. Vem viajar connosco!
Compartilhar
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

2 comentários sobre “Life with Seasons – e o que isso significa na prática

  1. Wow! Que perspectiva interessante! Nu nca tinha pensado quee noutras partes do globo não há estações do ano como nós as conhecemos na Europa 🙂

    Obrigado pelo post!

    Manu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *