Comer sem glúten em Madrid: contado por celíacas e viajantes

No começo de fevereiro, encontrei aqui em Madrid uma amiga querida e sua irmã, ambas celíacas e alérgicas a lactose. Foi pensando nelas que fiz o post com os três endereços bios/veganos no centro de Madrid.

Com elas, fui a dois lugares que merecem destaque não só pela facilidade em cumprir as restrições à alérgicos como pela ótima qualidade e bom preço: Celicioso, gluten free bakery, e LaMucca de Pez, que conta com 70% apto para celíacos. Parece um pequeno detalhe, mas quem é intolerante a algo sabe que faz diferença, comemos todos igual, do mesmo menu sem preocupações com contaminação cruzada.

Meus amigos que são celíacos e madrilenhos costumam ligar com certa antecedência ao restaurante e pedir o menu próprio. Mas isso requer uma planificação que nem sempre que está viajando e conhecendo uma cidade tem. Elas toparam escrever como foi a experiência “celíacos de viagem a Madrid”.

Gluten free bar

Com a palavra, Cris e Isabela:

Sempre ouvimos que Madrid era uma cidade amigável para os celíacos. Amigos e conhecidos postavam comentários nas redes sociais relatando o que tinham encontrado pela cidade e então ficamos tranquilas em viajar para lá.

Agora que chegamos de viagem, gostaríamos também de compartilhar com celíacos e família (amigos que encaminham notícias também, por exemplo) o que vimos.

A primeira surpresa que tivemos foi que em algumas companhias aéreas oferecem menu especial para celíaco. Você pode fazer essa opção quando realiza check in pela internet. Podemos citar British Airways e Iberia, que nos ofereceram refeições decentes.

Ficamos em um hotel da rede Petit Palace, em cujo café da manhã há uma placa dizendo algo como: se você tem algum tipo de alergia alimentar, avise-nos. Na verdade, muitos bares e restaurantes têm essa frase no cardápio, no balcão, na parede… pode procurar. Ao falar com a funcionária do café da manhã, ela pede para avisar um dia antes que você vai querer pão sem glúten – mas não deixou de nos atender não, só demorou um pouco para colocar no forno. Daí ela trouxe pão francês e muffin, bem gostosos. Na geladeira da mesa de café da manhã, tinha leite de soja também. Muito atenciosos, gostamos bastante.

Glutenfree Hotel

Uma observação que nos parece relevante é a forma de perguntar aos funcionários do estabelecimento se há opções sem glúten.

Para nós, pessoalmente, foi um aprendizado mudar a forma de perguntar. Para a maioria, talvez seja (e é um pouco) óbvio. Chegamos em Madrid perguntando: “Existe alguma coisa sem glúten aqui”? E invarialmente o gerente ou garçom dizia: “Ué, claro! Tem lula, marisco, aspargo, abobrinha…” e começava a falar cada alimento que não contém glúten. Ora, nós já sabemos a composição dos alimentos! Aí uma certa vez ouvimos de uma funcionária: “Ah, você quer saber se há menu/carta para celíacos? “

Bem, aí ficou infalível e nunca mais ouvimos que marisco não tem glúten. Pode parecer meio ridícula essa dica, mas nunca tínhamos pensado a respeito. É só repetir essa expressão “carta para celíacos”, quando você tiver dúvida sobre o que comer. É claro que é preciso conhecer um pouco sobre composição dos alimentos e todo celíaco costuma saber.

Em Madrid há um café bem legal e famoso entre os celíacos que queríamos muito conhecer, o Celicioso, em uma travessa da Gran Via, avenida importante lá. Vale a pena. Tem sanduíches, bolos, cupcakes, dentre outros, bem gostosos. Provavelmente não são os melhores que já comemos na vida, mas valem muito a pena. No site “Celicioso” tem os produtos e preços. São mais opções doces que salgadas, vale observar.

Glutenfree Celicioso

O McDonald’s tem pão sem glutén em Madrid – já ouvimos dizer que na Itália também. Ao menos a loja na Gran Via oferece essa opção e estava gostoso. Optamos por hambúrguer simples, já que somos alérgicas a lactose também. É uma opção bem barata e com sabor bom.

Na estação de metrô Atocha Renfe, onde se pega o trem para Toledo (e outras cidades da região), tivemos a grata surpresa de encontrar sanduíche sem glúten da Schär (pão, presunto e queijo) na loja Foodissimo (teríamos problema com esse nome no Brasil, né?). Tomamos um comprimido do tipo Lactaid (para dirigir lactose) e pronto. Estava bem gostoso, e a atendente põe no microondas uns minutinhos.

No aeroporto de Barajas, na sala de embarque, também há uma loja com produtos da Schär; no momento os sanduíches tinham acabado, então dividimos um canelone de ricota com espinafre que o moço esquentou (mal) no microondas, mas o sabor era bom. Custou 9 euros, algo assim.

Nos supermercados é possível encontrar algumas opções de pães de diferentes marcas, predominando a Schär , e algumas opções de biscoitos, mas poucos chocolates sem glúten nem lactose (em comparação com supermercados de Paris e Bruxelas, por exemplo).

Glutenfree vitrine

Sentimo-nos bem acolhidas em Madrid, sentimo-nos incluídas. Um povo que celebra e festeja, como o espanhol, é bastante inclusivo e acolhedor com relação ao glúten. Essa foi nossa (grata) sensação.

Isabela e Cristiana, irmãs gêmeas e alérgicas 😉

Sandra Brocksom é do interior de São Paulo e veio morar em Madrid por amor a um espanhol. Ela acabou se apaixonando também pela cultura, gastronomia e história madrilenha e espanhola. Ela conta suas experiências no blog Sandra B Em Madrid.

2 comentários sobre “Comer sem glúten em Madrid: contado por celíacas e viajantes

  1. Encontrei também o “HAPPY GREEN” um restaurante sem glúten. Eles apresentam em sua “carta”: sopas, Sucos, Sobremesas, água saborizada, Chá, Quinomakis, Burguers,
    Café e saladas. O site: http://behappygreen.com/categoria-producto/fruitwater/
    Estou em Madrid e sofri os primeiros dias com a procura por locais sem glúten, pois sou celíaca. Conheci, por acaso, o Celicioso quando de uma visita ao “El Corte Inglês” e foi uma sensação maravilhosa. Estava faminta e encontrei o “Celicioso”! Quanto aos outros locais ainda nao conhecia. Vou visitá-los. Obrigada!

    1. Olá Cleci,
      Que bom que você encontrou um bom restaurante sem glúten. No começo é difícil mesmo, ainda bem que cada vez está mais fácil.
      Com certeza o Celicioso é o paraíso dos celíacos em Madrid.
      Obrigada pela dica
      Sandra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *