Edifício Telefônica – emblemático no meio da Gran Via

Em um dos pontos mais altos da avenida Gran Vía emerge a antiga sede do grupo Telefónica Nacional de Madrid, conhecido como “Edifício Telefónica”. São quase 90 metros de altura e 15 andares, construídos entre 1923 e 1929 que representam o primeiro arranha-céu (rascacielos) da Europa e é considerado uma joia da arquitetura do século XX.

As críticas da época falavam que tal colossal edificação “manchava” o eterno céu azul da cidade. Os mais entusiasmados afirmavam que por fim Madrid entrava ao clube das grandes cidades do mundo como Nova York e parece ser que as modernidades da grande maçã serviram de inspiração para a construção do “Edifício Telefónica”. De todas as maneiras não tem como ficar indiferente a ele, mesmo dos dias de hoje.

O prestigio do “Edifício Telefónica” não é só do lado de fora, ou seja, para a arquitetura da Gran Via, por dentro ele foi muito importante para a história das novas tecnologias das comunicações. A partir de janeiro de 1930, começa a funcionar dando serviços de telefonia a todo o pais e o ligando com o mundo. Entre 1936 a 1939, o edifício resiste à guerra civil espanhola e é de lá que os correspondentes internacionais enviam as notícias e suas crônicas aos quatro cantos do planeta.

Com certeza, uma categoria importante e memorável de trabalhadores foram a das telefonistas. Elas foram vozes de uma época e tiveram uma profissão dura e de considerado status social. Foram papel fundamental para a melhoria e consolidação das comunicações no país. Com o processo de automatização, a profissão desapareceu, mas continua no imaginário como mostra a série “As telefônicas” (Las chicas del Cable), da Netflix. Um passeio pelo Edifício Telefónica pode nos fazer sentir parte do seriado.

Outra curiosidade é que o prédio tem até seu próprio fantasma, o Goyito, que assombra os andares 9 e 13, como já contamos no post sobre os fantasmas mais famosos de Madrid.

Sua outra fachada de esquina dá para a calle Fuencarral, um dos calçadões de pedestres mais movimentados do centro e um dos melhores lugares para fazer compras, segundo a nossa opinião nesse post aqui. É por essa entrada da rua Fuencarral que se chega ao centro cultural em funcionamento desde 2012. Os quatro primeiros andares foram reabilitados para atividades culturais de vários tipos como conferências, ciclos de cinema, música, etc., com entrada gratuita. Nós, do BLPM, recomendamos como a Fundación Telefónica como refúgio do frio porque tem uma cafeteria legal e sempre alguma exposição bacana. Também já serviu de palco para outros encontros como palestras TEDTalks, o TEDxGranvia como falamos nesse post sobre desenvolvimento e networking.

Talvez o único defeito do Espacio Fundación Telefónica é não poder subir para admirar a cidade do alto do que já foi, mesmo que por pouco tempo, o maior edifício da Europa.

Informações úteis

Onde: Espacio Fundación Telefónica
Calle Fuencarral, 3
Metrô: Gran Vía (linha 01 e linha 05)
Quando: de 3af a domingo das 10h às 20h. Fechado às 2afs.
Quanto: gratuito

Um comentário sobre “Edifício Telefônica – emblemático no meio da Gran Via

  1. Boa tarde Sandra! Estou a caminho de Madrid em breve. Poderia me informar se existe algum prédio, ou qualquer lugar que possa tirar fotos e ver a cidade bem do alto? Também gostaria de saber se é possível fazer uma bate e volta e conhecer Cerra Nevada. Obrigada desde já por sua atenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *