Ouro líquido: conheça mais sobre o azeite espanhol

A Espanha é o maior produtor de azeite do mundo! Além da quantidade, tem muita qualidade também. Tanto que o aceite de oliva é conhecido como “ouro líquido”. Além de poder degustá-lo no pan con tomate, no gazpacho e nas saladas, o azeite espanhol é muito comum e barato (por aqui), sendo usado para fritar e cozinhar de modo geral. Mas nem todo azeite espanhol é igual. Neste post, vou explicar um pouco mais sobre essa iguaria que também é um excelente recuerdo ou souvenir para levar da Espanha, já que, além de gostoso, é muito saudável. Sem falar que no Brasil um bom azeite é muito caro.

No Brasil, quando falamos “azeite” estamos dizendo que é de azeitona, mas aqui “aceite” é óleo. Assim que quando é de azeitona vem com o complemento “de oliva”. Praticamente ⅓ da azeitona é óleo e, como é fácil extraí-lo, desde a Antiguidade já se produzia azeite nos moinhos. 90% da produção de azeitonas é para fazer azeite.

Como comentei, a Espanha é o maior produtor de azeite do mundo, praticamente metade de tudo que é produzido sai daqui. Os outros grandes produtores são a Itália e a Grécia. Além do uso gastronômico, o azeite também é muito usado em cosméticos e remédios. Em espanhol, o local onde de produz o azeite é chamado de almazara.

A província espanhola de Jaén é a maior produtora de azeite do mundo, sendo conhecida com a capital mundial do azeite. No entanto, também se encontram bons azeites de outras regiões. Para garantir a qualidade do aceite de oliva virgen español, existem 32 denominações de origem protegidas (DOP), onde somente entram o azeite virgem e o extra.

Qualificação dos azeites na Europa

A legislação da União Europeia somente permite comercializar ao consumidor os seguintes tipos de azeite:

  • Aceite de oliva virgen extraÉ o óleo de qualidade máxima, obtido diretamente por processos mecânicos de azeitonas em bom estado, livres de defeitos, sendo que seu grau de acidez não ultrapassa 0,8. A média de defeitos deve ser 0 e a de afrutado maior que 0.
  • Aceite de oliva virgen: Esse óleo tem os mesmos parâmetros de qualidade que o aceite de oliva extra em relação aos métodos de produção, só que não pode superar 2º de acidez. A média de defeitos deve ser inferior a 3,5 e a de afrutado maior que 0. De modo geral, os defeitos são praticamente imperceptíveis aos consumidores.
  • Aceite de oliva: É um mistura de óleo de azeitona refinado, obtido a partir do processamento de azeitonas defeituosas (que não alcançam os parâmetros de qualidade dos azeites anteriores) com azeite virgem. Por isso, perde a palavra “virgem”. Este tipo de azeite é obtido através de processos químicos ou térmicos que limpam os aromas, sabores e/ou cores. O grau de acidez do aceite de oliva não pode ser maior que 1.
  • Aceite de orujo de oliva: Este tipo de azeite é o resultado da mistura do orujo (o que sobra da produção) do azeite refinado com azeite virgem. O grau de final de acidez não pode ser superior a 1.

Outra informação importante na hora de comprar um azeite é saber o tipo de azeitona utilizada. Na Espanha existem mais 200 tipos de azeitona! Alguns deles são: Arbosana, Arróniz, Bical, Callosina, Canetera, Carrasqueño de la Sierra, Castellana, Changlot Real, Gordal de Hellín, Limoncillo, Llumeta, Manzanilla de Hellín, Morrut, Ocal, Palomar, Pico Limón, Picual de Almería, Rojal de Tarragona, Royal de Calatayud, Vallesa, Vera, Verdial de Badajoz, Verdial de Cádiz, Verdial de Huévar….

Azeites espanhol Oro de Cánava

azeite oro de canava

Um dos melhores azeites espanhóis é o Oro de Cánava. E isso não é apenas uma opinião… Os azeites desta almazara já ganharam vários prêmios espanhóis e internacionais. Desde 1976, este legítimo ouro líquido é produzido na comarca de Sierra Mágina, que está situada a nordeste da província de Jaén, em uma região declarada Parque Natural. Os azeites produzidos nesta região têm Denominación de Origen Sierra Mágina.

Entre as características que fazem com que este azeite feito com azeitona picual seja tão especial, podemos destacar o seu cheiro afrutado intenso de azeitona verde e seus aromas verdes e de frutos secos. Além disso, tem um sabor limpo com harmonia entre o amargo ligeiro e o picante progressivo.

Prêmios do azeite Oro de Cánava:

  • Premio Alimentos de España otorgado por el Ministerio de Agricultura al mejor aceite de Oliva Virgen Extra 2011 – 2012 en la categoría Frutados Verdes Dulces
  • 2º Premio a la Calidad 2012 “Mario Solinas” otorgado por el Consejo Oleícola Internacional
  • Premio de la Diputación Provincial de Jaén a los mejores aceites de Oliva Virgen Extra Jiennenses 2012
  • Premio Alcuza 2012 al mejor Aceite de Oliva Virgen Extra de la Denominación de Origen “Sierra Mágina”
  • Premio de la Diputación Provincial de Jaén a los mejores aceites de Oliva Virgen Extra Jiennenses 2013
  • Premio Alcuza 2013 al mejor Aceite de Oliva Virgen Extra de la Denominación de Origen “Sierra Mágina”
  • 2º Premio a la Calidad 2013 “Mario Solinas” otorgado por el Consejo Oleícola Internacional
  • Premio Alcuza 2017 al mejor Aceite de Oliva Virgen Extra de la Denominación de Origen “Sierra Mágina”
  • Mención en el Premio “Salud & Deleite” al mejor Aceite Saludable
  • Finalistas EXPOLIVA 2017 en su X PREMIO DEL AOVE “GRAN PICUAL”
  • Premio de la Diputación Provincial de Jaén a los mejores Aceites de Oliva Virgen Extra Jiennenses 2018
  • 1º Premio a la calidad del Aceite de Oliva Virgen Extra TERRAOLEUM 2018
  • 1º Premio al mejor AOVE de Cooperativas de España otorgado por la Escuela Superior del Aceite de Oliva (EVCATA)
  • Premio MEZQUITA DE ORO al mejor AOVE en “Frutados Verdes” otorgado por el Aula del Olivo de Córdoba
  • 1º Premio Alcuza 2018 al mejor Aceite de Oliva Virgen Extra de la Denominación de Origen”Sierra Mágina
  • TOP 10 Guía Iberoleum 2018

Curtiu? Espero que com este post, os rótulos de azeite espanhol não pareçam escritos em chinês. No mais, buen provecho.

Oro de Cánava é parceiro do Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros 2018, que será realizado em Madrid.

De Belo Horizonte, Manaira Araújo é uma jornalista apaixonada por marketing e turismo. No seu blog, compartilha suas experiências pessoais e profissionais em Madrid e no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *