Como sacar o FGTS de contas inativas no exterior

O governo brasileiro disponibilizou o saque do FGTS para qualquer brasileiro que more num dos 24 países (listados a seguir) e que tenha trabalhado no Brasil até o dia 31 de dezembro de 2015, ou seja, que atualmente tenha uma conta inativa.

Vale para quem morar nestes países: Alemanha, Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Bolívia, Canadá, Colômbia, Espanha, Estados Unidos, França, Guiana, Guiana Francesa, Holanda, Irlanda, Itália, Japão, Paraguai, Portugal, Reino Unido, Suíça, Suriname, Uruguai e Venezuela.

A lei está em vigor desde o dia 31 de dezembro de 2016, e desde março deste ano qualquer cidadão brasileiro pode fazer o pedido até o dia 31 de julho.

Há umas semanas fui a um evento organizado pelo Conselho de Cidadania Brasileira em Madri na Casa do Brasil de Madrid, onde o representante do Consulado contou tudo tintim por tintim.

Vamos aos detalhes!

Continuar lendo

Cris Pacino ensina português e no seu blog usa tecnologia para difundir conhecimento, encurtar distâncias e conectar ideias. Adora pedalar, ir pra praia e bater papo.

Duas estátuas femininas de Madrid

De metal ou de pedra, no chão, nas praças, seja como for, Madrid tem muitas estátuas. Começando pelo símbolo da cidade, o urso e o madroño na Puerta del Sol.

Várias das estátuas são equestres, com conquistadores, generais e altos mandos do exército nas praças e avenidas, há também de reis godos e monarcas da Reconquista na Plaza de Oriente, de Cervantes e seus personagens, de escritores na Biblioteca Nacional, de pintores e escultores no Paseo del Prado, estátuas urbanas que representam cidadãos madrilenhos, tem também de romanos, de anjos e santos…

Este é um capítulo de uma série sobre as curiosidades das estátuas da capital. A Susana Paquete já falou sobre as esculturas humanas. Hoje rendemos homenagem a 2 estátuas femininas: Cibeles e Clara Campoamor.

Fonte: Wikimedia Commons

Continuar lendo

Cris Pacino ensina português e no seu blog usa tecnologia para difundir conhecimento, encurtar distâncias e conectar ideias. Adora pedalar, ir pra praia e bater papo.

História por trás das estátuas de Madrid (I)

De metal ou de pedra, no chão, nas praças, no alto dos prédios, seja como e onde for, Madrid tem muitas estátuas. Começando pelo símbolo da cidade, o urso e o “madroño” na Puerta del Sol.

Várias das estátua são equestres, com conquistadores, generais e altos mandos do exército nas praças e avenidas, há também de reis godos e monarcas da Reconquista na Plaza de Oriente, de Cervantes e seus personagens, de escritores na Biblioteca Nacional, de pintores e escultores no Paseo del Prado, de romanos, de anjos e santos…

Este é um capítulo de uma série sobre as curiosidades das “estátuas urbanas” assim chamadas na nossa cidade. Hoje rendemos homenagem a ilustres desconhecidos representados por tais estátuas.

Continuar lendo

Cris Pacino ensina português e no seu blog usa tecnologia para difundir conhecimento, encurtar distâncias e conectar ideias. Adora pedalar, ir pra praia e bater papo.

Manzanares, o rio de Madrid

O que é o Plano de Renaturalização do Rio Manzanares em Madrid e como afeta os turistas e os cidadãos.

O rio Manzanares passa por Madrid. Ele nasce a 2000 m de altitude na Serra de Guadarrama e desemboca no rio Jarama, que fica em Rivas-Vaciamadrid, percorrendo um total de 92 km. Dentro da cidade, o rio tem aproximadamente 7,5 km, entre a Ponte dos Franceses e Parque Lineal del Manzanares.

Ponte de Segovia. Ao fundo, Edificio España, Palácio Real e Catedral da Almudena.

Em 2011 Madrid ganhou o Parque Madrid-Río, uma reformulação de todo o passeio ao redor do rio no trecho urbano, entre a entrada principal da Casa de Campo, pertinho do metrô Príncipe Pío até um pouco depois do Matadero, metrô Legazpi.

Continuar lendo

Cris Pacino ensina português e no seu blog usa tecnologia para difundir conhecimento, encurtar distâncias e conectar ideias. Adora pedalar, ir pra praia e bater papo.

Viajando de Madrid até a França de van

Esta é a história de uma brasileira que mora em Madrid, pegou a van e caiu na estrada até a França.

Mas pra quê ir tão longe? Fugir do calor madrilenho em agosto – aproveitar para visitar uns amigos na Catalunha – dar uma passadinha por Veneza – terminar com outra visita em Annecy.

Contarei um pouco dessa road trip (viagem de carro) com meu companheiro, quem sabe você se anima a fazer também?! Vamos nessa?

O caminho: Madri, Girona, Gênova, Veneza, Vale des Ecrins, Aux-les-Bains, Annecy e Madri de volta

Continuar lendo

Cris Pacino ensina português e no seu blog usa tecnologia para difundir conhecimento, encurtar distâncias e conectar ideias. Adora pedalar, ir pra praia e bater papo.

Viajando de van pela Espanha

Quando morava no Brasil via as pessoas nos filmes e nos documentários viajando de van e de trailer e sempre achava que deveria ser uma delícia viajar assim. Tinha mil dúvidas: como fazer? Será perigoso? Vão me assaltar? Tenho que ter uma van ou posso alugar? Em ambos casos, quanto custa? E onde estacionar? Será muito hippie? Quem viaja não toma banho? E as necessidades, tem que ir no matinho?

Já digo: não é coisa de malucos, não precisa ser hippie e, sim, se toma banho! Vou contar um pouco do que vivi nos últimos anos aqui na Espanha viajando de van, ou o que vem a ser parte de uma road trip (viagem de carro). Me acompanha?

sierra-de-hirta
Sierra de Hirta, Castellón

Continuar lendo

Cris Pacino ensina português e no seu blog usa tecnologia para difundir conhecimento, encurtar distâncias e conectar ideias. Adora pedalar, ir pra praia e bater papo.